sábado, 12 de setembro de 2020

Redator do Blog Em Live Com o Crítico Santista André Azenha, e Novo Livro do Entrevistador


Alô amigos e seguidores do blog FILMES ANTIGOS CLUB – A NOSTALGIA DO CINEMA. É com imensa satisfação que na última quinta feira (10 de setembro de 2020), no horário das 19 horas, eu PAULO TELLES, redator do espaço, foi convidado pelo renomado crítico de cinema santista, jornalista, produtor e diretor do Santos Film FestFestival Internacional de Cinema de Santos, e escritor ANDRÉ AZENHA para uma live descontraída, onde teve como tema A ERA DE OURO DO CINEMA. Em 54 minutos, conversamos sobre a importância destes tempos idos da Sétima Arte, de seus cineastas, atores e atrizes, bem como também sobre meu trabalho na Web Rádio, onde produzo e apresento o CINE VINTAGE – A SALA DE CINEMA DAS NOITES DE DOMINGO, direcionada para as trilhas sonoras dos grandes clássicos da telona e sintonizada pela Web Rádio Vintage (https://webradiovintage.com/), e meu livro PALADINO DO OESTE (Editora Estronho, 2018), escrito com o escritor catarinense Saulo Adami e que pode ser adquirido através do espaço pelo link: http://articlesfilmesantigosclub.blogspot.com/p/livro-paladino-do-oeste-paulo-telles.html.

Live ocorrida no facebook e pelo canal do youtube em 10 de setembro de 2020 - Paulo Telles entrevistado pelo crítico André Azenha.

Ao longo de toda entrevista, abordei minhas reminiscências sobre meu início pela paixão do cinema, através da televisão nos anos de 1980, que servia de Videoteca para muitas emissoras abertas, sendo que cada uma delas tinha várias sessões de cinema pela TV, o que me fez lembrar o querido e saudoso Artur da Távola (1936-2008), que costumava dizer que a telinha fazia para seu público um serviço de videoteca, levando a assistirmos velhos filmes sob novos olhos. Isto porque a televisão era recheada de filmes do período de ouro de Hollywood, num tempo que não tínhamos TV por assinatura ou a cabo, e muito menos internet, com streaming ou canais como Netflix. E as vídeo-locadoras pelo Brasil, ainda no VHS, ainda estavam em expansão. 

Divulgação pelo jornal A TRIBUNA de santos, anunciando a live. Meus agradecimentos ao jornal impresso por esta nota.

A importância autoral dos grandes diretores também foi mencionada, entre os quais Cecil B DeMille (o diretor das massas), Nicholas Ray (o diretor da juventude oprimida, idolatrado pela turma francesa do Cahiers du Cinema), John Ford (um artista que não utilizava a palavra arte, e um poeta que não falava de poesia, segundo François Truffaut), e William Wyler (que não admitia ser rotulado o autor de seus filmes). Falamos também da importância de divulgar os filmes clássicos e dar a eles maior interesse pelos canais e dispositivos modernos, como a Netflix e o Amazon Prime, que podem muito bem conciliar o antigo com o novo, afinal, tem gente que se interessa pelos filmes clássicos das décadas de 1930, 40 e 50. 

Esta live com André Azenha foi um dos melhores momentos em que eu tive com alguém tão inteirado na famosa arte da máquina dos sonhos. Um momento marcante que espero dividir mais vezes tanto com seu entrevistador como para seu público, e só posso agradecer ao crítico santista por esta oportunidade.

Abaixo, divulgo os canais do crítico de cinema André Azenha:

BLOG HISTÓRIAS DO CINEMA POR ANDRÉ AZENHA - https://historiasdocinema.com/

HISTÓRIAS DO CINEMA NO FACEBOOK - https://www.facebook.com/historiasdocinemaporandreazenha

CANAL HISTÓRIAS DO CINEMA NO YOUTUBE

https://www.youtube.com/user/cinezc

LIVE ANDRÉ AZENHA COM PAULO TELLES – A ERA DE OURO DO CINEMA

https://www.youtube.com/watch?v=PZ4KaAFikq4


Batman, a Série Animada: Análise Acurada Sobre Tema em Novo Livro de André Azenha.

André Azenha lançará em outubro seu novo livro, referente ao desenho BATMAN, A SÉRIE ANIMADA. Grande pesquisador e fã figadal do Homem Morcego, Azenha lançará seu mais recente livro, Batman: A Série Animada – Uma Revolução dos Heróis na TV (Editora Amavisse, 2020). Em sua obra, o jornalista faz uma análise acurada do personagem que passa pela história do Batman desde os seus primórdios até a década de 1990, quando foi lançada a série animada apresentada originalmente nos Estados Unidos entre 1992 a 1995 e que fez muito sucesso (exibida no Brasil a partir de 1993 pelo SBT).

O autor apresenta os contextos e as principais características do expressionismo alemão e sua influência, os filmes noir, passa pela obra cinematográfica de Tim Burton (1989) e chega à análise do seriado animado. “Este livro é a minha dissertação de mestrado, mas adaptado, com o intuito de servir de pesquisa para acadêmicos, estudantes, mas também agradar aos fãs do Batman, de histórias em quadrinhos, de heróis em geral e quem deseja conhecer mais sobre o personagem e esse programa televisivo que marcou gerações”- ressalta André Azenha.

O estudo que Azenha realizou em Batman: A Série Animada – Uma Revolução dos Heróis na TV é um daqueles trabalhos em que o pesquisador ou fã dos quadrinhos se pergunta: por que eu não pensei nisso? Nessa obra, ele nos convida a viajarmos no tempo para uma experiência de descoberta do Cavaleiro de Gotham e das revistas em quadrinhos, além das inovações de Batman A Série Animada, com influências do expressionismo alemão e do film noir” - avalia o Professor e Mestre em Comunicação Celso Ronald, autor do texto da quarta capa.

O livro é editado pela Amavisse, o selo de publicações acadêmicas da Editora Patuá, uma pequena editora independente que, apesar disso, já ganhou três vezes o Prêmio Jabuti (com mais de 10 indicações), duas vezes o Prêmio São Paulo de Literatura (com mais oito indicações) e o Prêmio Casa de Las Américas, de Cuba, como melhor romance de 2018, além de alguns outros prêmios que ganhou ou esteve finalista ou semifinalista.

A pré-venda de Batman. A Série Animada – Uma Revolução dos Heróis na TV é realizada pelo link https://www.editoragataria.com.br/produto/542035/batman-a-serie-animada-uma-revolucao-dos-herois-na-tv. A previsão de entrega para quem adquirir o livro na pré-venda será a partir da segunda quinzena de outubro. O preço do exemplar é R$ 40,00. Vale a pena aquisição e leitura, seja pela trajetória e importância do Homem-Morcego na cultura pop, seja pela primorosa pesquisa de grande empenho e dedicação de seu autor. 

As Maiores Trilhas Sonoras da Sétima Arte, e em todos os tempos! Só no 
CINE  VINTAGE..
Todos os domingos, às 22 horas.
SINTONIZE A WEB RÁDIO VINTAGE: 
REPRISE DO PROGRAMA NAS
QUINTAS FEIRAS (22 horas)

SÁBADOS (17 HORAS)