terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Editor do Filmes Antigos Club Artigos Recebe Mensagem do Escritor Saulo Adami por E-Mail. Uma Homenagem à CINEMIN


ARTIGO DE NOTA

Aos amigos e leitores do presente Blog.
É com surpresa, orgulho, e emoção, que domingo último, à noite, recebi uma mensagem via correio eletrônico do jornalista e escritor LUIZ SAULO ADAMI, que colaborou para a saudosa revista CINEMIN, nas décadas de 1980/90.
Para a surpresa deste saudosista editor que vos fala, que nunca escondeu sua admiração pela publicação,que tão bem fez parte da vida de muitos cinéfilos ou amantes da arte cinematográfica, recebi um e-mail de agradecimento pelas referências que costumo dar não somente a revista que deixa hoje imensa saudades em todos os fãs leitores da Sétima Arte, como também aos trabalhos de seus colaboradores (muitos já falecidos), que foram o baluarte de tão grande empresa, com suas matérias magníficas e de tão grande primor.
E o Sr. Luiz Saulo Adami é um destes colaboradores, que deu a Revista Cinemin grande sensação de nostalgia em suas matérias. Abaixo, um Fac-Simile da sua mensagem a mim, na noite de 5 de fevereiro último:

Boa noite, Paulo Telles!
Que satisfação, ao fazer uma "ronda" rotineira por referências ao meu trabalho na internet, encontrar tuas palavras falando da nossa saudosa revista CINEMIN! Realmente, a revista deixou saudades, e sempre me emociono ao tomar conhecimento de alguém que se lembre dela e do nosso trabalho em suas páginas!
Deus te abençoe! Grande abraço, e uma vez mais minha gratidão!
Saulo Adami
Escritor


Enviei-lhe uma resposta, a que passo aqui para conhecimento dos amigos e leitores:

Saudações, Mestre Luis Saulo Adami
Primeiramente, sinto-me honrado com tão ilustre mensagem, vindo de um grande arquiteto das letras, e um profundo conhecedor da Sétima Arte, que tive não somente o privilégio de ler matérias ricamente conceptivas, como também, ao lê-las, me fez viajar prazerosamente ao mundo do conhecimento cinematográfico.
Posso dizer seguramente que fui “alfabetizado” ao ler os artigos compostos por MESTRES como o professor A.C Gomes de Mattos, João Lepiane, Gil Araujo, Salvyano Cavalcanti de Paiva, e claro, vossa senhoria (e entre outros que eu pudesse ter esquecido, me perdoe), que nos brindou com artigos primorosos cheios de encanto e informação, como os que li em dois números sobre O PLANETA DOS MACACOS, de sua autoria. Trabalhos como os vossos tem que ser levados a culto, à memória dos leitores fãs de cinema não somente no Brasil, mas em todo o mundo.
Guardo não somente com muito carinho grande parte destes números, como também são minhas fontes de pesquisa (a “Bíblia” do pesquisador de cinema), e faço questão de divulgar, com intuito de preservar a memória desta saudosa revista, bem como os escritores que contribuíram com suas maravilhosas e prestigiadas matérias ao longo de todos os anos em que circulou.
Eu que agradeço por este contato (que espero que não seja o único entre nós), o qual eu guardarei em meus arquivos com muito carinho, pois sabedor de seu primoroso trabalho e leitor antigo de CINEMIN, tenho o senhor, juntamente com o Prof. AC e os demais, como um verdadeiro mestre na arte de informar e escrever sobre cinema.
Desejando ao senhor uma semana de paz, sob as bênçãos do Grande Arquiteto do Universo, e a gratidão é toda minha.
EM TEMPO: A proposta deste blog foi não somente contar curiosidades sobre filmes antigos, mas também referenciar aqueles que ao longo dos anos nos legou conhecimentos e profundas informações sobre a Sétima Arte, e a revista CINEMIN foi, sem dúvida, através de seus escritores, o patamar de toda a informação em nosso país. Assim enquanto houver quem se lembre do trabalho destes sublimes profissionais, jamais será esquecido ou ignorado por todo grande leitor fã da enorme tela.
Eu que agradeço, Sr. Saulo Adami, por este contato, que será lembrado através dos anos com enorme respeito e carinho.
Deus que te abençoe triplamente!
Paulo Telles- Editor

21 comentários:

  1. QUE ALEGRIA QUANDO LEMBRAMOS E SOMOS LEMBRADOS, NÃO É MESMO? PARABÉNS PELO SEU TRABALHO! VOCÊ MERECE TODAS AS LISONJAS RECEBIDAS. BJOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida amiga, isso é verdade, mas as lisonjas eu as deixo para todos estes empreendedores de tão saudosa publicação que foi o CINEMIN.

      Beijos pra vc!

      Paulo

      Excluir
  2. Mais que merecidas homenagens, caro Paulo: primeiramente, a sua sempre arguta dedicação à memória de tão boa revista, infelizmente extinta (tenho um número dela guardado com carinho, cuja capa é a do fraco filme "Hook - A volta do Capitão Gancho", do Spielberg); a outra, a do mestre a seu pupilo, com carinho, sobre o seu sempre ótimo blogue! Parabéns a ambos! Abração e apareça!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Dil! bem verdade que esta revista preencheu uma boa parte de minha adolescência. Possuo mais de 60 números que os guardo em minha biblioteca com todo zelo, números que incluem também este que vc menciona, do Hook, com a capa do Dustin Hoffman.

      Eu que agradeço sempre a ti por sua participação, sempre pontual.

      Um forte abraço

      Paulo

      Excluir
  3. Nery;

    Confesso que li muitos numeros da Cinemin, mas não guardei os nomes de seus editores. Portanto, e com certeza, li muitos artigos confeccionados por este ilustre para ti, e agora também para mim, o Saulo Ademi.

    Lindas palavras vossa de retribuição a quem tanto lhe passou conhecimento dentro do que mais adora na vida, que é cinema.
    Belas palavras, em um deferimento muito pessoal e além de especial.
    jurandir_lima@bol.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, meu nobre amigo. Além do Saulo, há outros que muito deram suas penas e tintas para nos informar sobre muitos assuntos ligados ao cinema.

      Vc sabe muito bem, Jurandir, o quanto esta revista expressou para nossa alma, amantes da antiga Sétima Arte, não é mesmo?

      Esta foi a CINEMIN!

      Excluir
  4. Nery;

    Conforme já citei, nunca faço meus comentarios depois de ler os já postos. Mas, depois de faze-lo, volto e leio todos, um a um.

    E li uma resposta sua ao amigo Dilberto (que parece gostar muito de cinema e deveria ser indicado que o cinewesternemania está aí para ele deleitar-se),sobre seu acervo da revista Cinemim.

    Nobre amigo Nery; você tem um tesouro em mãos!
    Portanto cuidado com ele, preserve-o e, principalmente, nunca erre ao se desfazer do mesmo e de mais outros tesouros que, por acaso, tenha em seu poder.

    Cometi este erro e hoje sou um arrependimento so. O Ivan Peixoto fez o mesmo e deve muito se lamentar por livrar-se do que tanto valor teve em sua vida. E não desejo isso para o amigo.
    jurandir_lima@bol.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Jurandir
      Este tipo de tragédia também já aconteceu comigo, acredite. Foram com gibis e algumas revistas, mas no devido tempo consegui recuperar muitas coisa, pois não perdi tempo e investi a mão no bolso. Levei uns dez anos para recuperar estas perdas, e só alguns pouquíssimos originais pude preservar de primeira aquisição.

      CLARO que tal erro a cometer pela segunda vez seria mais do que um ato de negligência de minha parte, para não dizer SACRILÉGIO!

      Por isso parafraseando Jesus: Em Verdade vos digo: quem tiver uma pérola como os GIBIS DA EBAL, RGE, as revistas CINEMIN, CINELÂNDIA, e entre tantas e tantas preciosidades que reluzem...NÃO JOGUEM FORA, e não as lancem AOS PORCOS!

      Valor inestimável!!!

      Excluir
  5. Parabéns, Paulo. Você merece tal lembrança por resgatar o cinema clássico e trazê-lo aos dias de hoje e aos leitores atuais. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Merecemos, Gil, merecemos...
      Valeu meu nobre! Um forte abraço

      Paulo

      Excluir
  6. Parabéns pelo seu trabalho, voce merece.Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diana, seu comentário é muito carinhoso. Agradeço de imenso. Creio que o privilégio não é somente meu, mas de todos aqui que participam, de algum modo, neste espaço.

      Abraços

      Paulo Néry

      Excluir
  7. Paulo, descobri Cinemin, na sua última série lá pelo número 20. daí em diante comprei todos os números e descobri em São Paulo, uma pessoa, espécie de distribuidor, que tinha exemplares dos números anteriores. A própria Cinemin vendia os números antigos ainda em estoque. Faltam-me os dois primeiros números, lamentavelmente, mas só de possuir a coleção quase completa me sinto orgulhoso. Além do Saulo Adami, Antonio Carlos Gomes de Mattos se mantém em atividade com seu maravilhoso blog. A Cinemin tem uma especial importância para quem gosta de faroestes pois era a única revista de grande circulação que focalizava os mocinhos dos westerns B, isto com fotos de página e cinematografia quase completa, trabalho do incansável João Lepiane. No clube do faroeste, de São Paulo, aguardávamos ansiosamente cada novo número da Cinemin para podermos xerocar a foto do cowboy da edição e colocar no mural que chegou a ter perto de umas 50 fotos ou mais de cowboys como Fred Thomson, Rex Bell, Tim McCoy, Tom Tyler, Jack Hoxie e tantos outros que a Cinemin destacava.
    E não se deve deixar de lembrar a Cinemin das primeira e segunda séries (Ave Adolfo Aizen) que dava capas de filmes, muitos deles faroestes, coisa que a última série, salvo engano, jamais fez. Saber de Saulo Adami nos faz lembrar também de Gil Araújo e do editor Fernando Albagli. Onde quer que estejam, um abraço deste westernmaníaco.
    Darci Fonseca - Cinewesternmania

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Darci, fui acrescentando parte destes números justamente quando a EBAL vendia estes exemplares em grande estoque. Aqui no Rio de Janeiro, a editora sempre abria uma banca na feira do livro que se espalhavam pela cidade (ainda espalham sem infelizmente a participação da EBAL), fosse na Praça XV, ou pelo largo da Carioca, ou ainda na Cinelândia. Evidente que não tenho tudo, mas o que tenho, já dá para me orgulhar.

      É verdade que não peguei a fase áurea da revista, nos anos de 1950/60, com as quadrinizações dos filmes, pois vim a conhecer a revista em fim dos anos de 1980, quando num ônibus, e eu em pé devido à lotação, vi um senhor sentado lendo uma revista, cuja foto eu vi uma matéria sobre Batman, com Adam West. Engraçado que, disfarçadamente, fiquei a virar minha cabeça, com olhar de peixe morto, para ver a capa e descobrir o nome da revista. Dai conseguindo este intento, comprei meu primeiro número, até o fim da publicação em 1993.

      Felizmente peguei os artigos publicados por Lepiane, AC, Salvyano Cavalcanti de Paiva, Saulo, Gil, e Albagli, graças sobretudo a este empreendedor chamado ADOLFO AIZEN, que ajudou a dar uma sobrevida a esta cativante revista.

      Tão saudoso quanto CINEMIN, são seus colaboradores, e tão saudoso quanto alguns deles que não estão mais entre nós, é a própria Editora Brasil-América. Bons Tempos, que não voltam mais. Só restou a saudade.

      Paulo Néry

      Excluir
  8. Meu querido amigo"deixando os confetes de lado",digo de coração que és merecedor desta bela menção pois o trabalho que fazes é de primeiríssima categoria e teu perfil como amigo não deixa dúvidas da pessoa íntegra e querida que és.Daqui,estarei aplaudindo de pè todas homenagens que no correr da vida receberás.Um carinhoso e grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida amiga Su, somos merecedores. Obrigado por palavras tão carinhosas, pois seus comentários vem a enriquecer ainda mais este espaço, motivando-me ao sucesso, que é todo nosso.

      Um forte abraço,Su.

      Paulo

      Excluir
  9. Oi, Paulo! Imagino como ficou emocionado quando recebeu a mensagem! Mais que merecido, o amor que vc tem ao cinema transpira na qualidade de seus textos. Parabéns! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bia, minha amiga do Dihiit. Bem verdade. Gentis são suas palavras. Agradeço do imo d'alma. Um abraço.

      Paulo Néry

      Excluir
  10. Que conexão maravilhosa, Paulo. O teu blog e um dos colaboradores da saudosa revista Cinemin, trocam abraços e ideias, pois ambos divulgam os filmes e seus criadores.
    A Sétima Arte jamais terminará, por ser uma arte de manifestação coletiva. Mas é fundamental que a memória do cinema tenha tido em Cinemin tão importante guarida e que Filmes Antigos continue nessa mesma trilha.
    Parabéns e um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações meu nobre Ivan. Enquanto este espaço existir,sempre haverá menção sobre qualquer assunto que se relacione não somente a Sétima Arte, como também fará menção aqueles que de alguma forma contribuíram para manter a nostalgia em nossas mentes e corações.

      Amigo, ontem a noite vi o VINCENT que vc me mandou. Logo te mando um email com meu comentário, e é impossível não reconhecer a voz do saudoso Vincent Price neste comentário de Tim Burton. Os dvds que me mandou me deram outras idéias para futuros artigos, aguarde!

      Um forte abraço, Ivan, e obrigado!

      Paulo Néry

      Excluir
  11. Magno César Ponte19 de junho de 2012 17:24

    Paulo,
    Comecei a comprar Cinemin a partir do numero 20 ( a capa era o filme Comando para Matar e continha um fascículo da história do Oscar). A partir daí busquei os números anteriores e colecionai a revista completa até o fim ( salvo engano, edição 84 com Sean Connery). Cheguei a ter uma carta publicada ( homenagem quando da morte de James Cagney em 1986). Gostava tanto da revista que cheguei a comprar outra coleção completa para evitar que fosse desmembrada... Na adolescência nos anos 80 em Fortaleza/CE, garimpei quase uma centena de revistas Cinelandia e Filmelandia dos anos 50 e 60, patrimônio inestimável, cultural e sentimental.Parabéns pelo blog robusto,rico na forma e no conteúdo. Só estranhei a ausência de Rita Hayworth na eleição das mais belas...
    De: magnoponte@gmail.com

    ResponderExcluir

NOTAS DE OBSERVAÇÃO PARA PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS.

1)Os Comentários postados serão analisados para sua devida publicação. Não é permitido ofensas ou palavras de baixo teor. É Importante que o comentarista se identifique para fins de interação entre o leitor e o editor. Comentários postados por "Anônimos" sem uma identificação ou mesmo um pseudônimo não serão publicados e serão tratados como spam

2)Anúncios e propagandas não são tolerados neste setor de comentários, pois o mesmo é reservado apenas para falar e discutir as matérias publicadas no espaço. Caso queira fazer uma divulgação, mande um email para filmesantigosclub@hotmail.com. Grato.

O EDITOR


“Posso não Concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte seu direito de dize-la”

VOLTAIRE

Outras Matérias

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...